intervenções

Intervenções públicas sobre Gestão, Gestão de Projectos e Gestão Cultural Profissional, através de publicação de Artigos, Entrevistas concedidas e participação em Conferências.
 
artigos, entrevistas e conferências

artigos
Campo Cultural e Gestão Cultural Profissional | ensaio integral - Trabalho de Investigação - reunindo os 14 artigos anteriores - abordando questões sobre o Campo Cultural, a Europa e a Cultura, as Políticas Culturais, o Sector Cultural e a Gestão Cultural | António Jorge Monteiro, Porto, Dezembro 2015.
Campo Cultural e Gestão Cultural Profissional | introdução e conclusão - Artigo com a "Introdução e (uma) conclusão" decorrente da análise conjunta à reflexão produzida e apresentada nos treze artigos anteriores - começando em "Cultura: uma perspectiva histórico-geográfica" | António Jorge Monteiro, Porto, Dezembro 2015. 
Gestão Cultural e Associativismo Profissional - Artigo sobre o desenvolvimento de um domínio do conhecimento e de uma actividade profissional, orientada para a Gestão Cultural | António Jorge Monteiro, Porto, Agosto 2015. 
Gestão Cultural e Formação Especializada - Artigo sobre a formação em Gestão Cultural que, tal como tem sido considerado - e ao contrário do entendimento de outros responsáveis académicos - deveria ser orientada para programas de especialização | António Jorge Monteiro, Porto, Agosto 2015.  
Gestão Cultural Profissional - Artigo sobre a Gestão Cultural Profissional como a actividade que integra de forma coerente todas as vertentes das organizações culturais: Estratégica, Operacional e Financeira, orientadas para os Criadores e os Públicos Culturais | António Jorge Monteiro, Porto, Agosto 2015.  
Sector Cultural em Portugal: uma perspectiva organizacional - Artigo em linha com a tradição e a evolução do Campo Cultural - nomeadamente após a institucionalização da democracia formal em 1974 - onde foi desenvolvida uma Visão organizacional e um Modelo conceptual | António Jorge Monteiro, Porto, Julho 2015.  
Sector Cultural e "disputa de campo" - Artigo sobre a forma como o Sector Económico procura tentar disputar o poder e a autoridade do Sector Cultural, através da sua menorização em Secretarias de Estado ou mesmo determinando o desaparecimento dos Ministérios da Cultura | António Jorge Monteiro, Porto, Julho 2015.  
Cultura e Tecnocracia - Artigo sobre a tecnocracia que, por definição, confia nas eficiência e eficácia do funcionamento dos “saberes” institucionais, independentemente dos contextos, atendendo a considerarem o “conhecimento” baseado em leis naturais, imutáveis, fatalistas e inevitáveis | António Jorge Monteiro, Porto, Junho 2015.  
Políticas Culturais na Europa e no Mundo - Artigo sobre a institucionalização de uma Política para o Sector Cultural na Europa Continental, em França em 1959, que se baseava no conceito de “acção cultural” enquadrando três propósitos | António Jorge Monteiro, Porto, Junho 2015.  
Programas Comunitários e Sector Cultural - Artigo sobre os Programas Comunitários, desde o primeiro programa comunitário  de apoio ao sector cultural, criado pela Comissão Europeia em 1977, que se intitulava Acção Cultural | António Jorge Monteiro, Porto, Maio 2015.  
União Europeia e Sector Cultural Comunitário - Artigo sobre a União Europeia e os seus “aspectos culturais”, não assumidos como Política Cultural, que passam por todas as suas grandes instituições | António Jorge Monteiro, Porto, Maio 2015.  
Europa, União Europeia e Cultura - Artigo sobre a Europa, na actualidade, tendo presente as suas várias asserções: o Continente Europeu (50 países), a UE - União Europeia (28 países) e a UEM - União Económica e Monetária europeia (18 países) | António Jorge Monteiro, Porto, Maio 2015.  
Campo Cultural - Artigo sobre a utilização do termo “campo” no sentido consagrado por Pierre Bourdieu devendo ser entendido como um “espaço estruturado de posições” e “Campo Cultural” como o campo intelectual, espaço de produção de bens simbólicos eruditos | António Jorge Monteiro, Porto, Abril 2015.  
Cultura: algumas definições e conceitos - Artigo abordando a questão das definições e conceitos de “Cultura” o que implica, desde logo, aceitar um desafio de grande complexidade, atendendo a que este conceito tem múltiplos significados e significâncias e tem, também, variadas designações, conforme os campos dos seus utilizadores | António Jorge Monteiro, Porto, Abril 2015. 
Cultura: uma perspectiva histórico-geográfica - Artigo com uma sintética perspectiva histórico-geográfica, da História da Humanidade, nomeadamente Ocidental, de há 35 séculos até aos nossos dias o que nos permite ter, desde logo, uma ideia da complexidade deste tema | António Jorge Monteiro, Porto, Abril 2015. 
Gestão Cultural em Portugal - uma visão, um projecto, uma história e vários protagonistas - Artigo sobre o desenvolvimento do projecto da "Pós-graduação em Gestão Cultural" desde o início dos anos de 1990 | António Jorge Monteiro, Porto, Novembro 2011.
A Cidade e a Cultura - Artigo sobre a importância da Cultura no Desenvolvimento Estratégico das Cidades e do Território | António Jorge Monteiro, Porto, Revista CultDigest nº 9, Abril 2005. 
Redes & Parcerias: uma opção estratégica - Artigo sobre a importância da Abordagem Sistémica e Participativa para o Desenvolvimento de Projectos | António Jorge Monteiro, Porto, Revista CultDigest nº 8, Janeiro 2005. 
Ética e Gestão Cultural: uma reflexão necessária - Artigo sobre a importância da Ética na Responsabilidade Social das Organizações Culturais | António Jorge Monteiro, Porto, Revista CultDigest nº 7, Abril 2004. 
APGC - Associação Portuguesa de Gestão Cultural - Artigo de Apresentação da Associação, nos seus múltiplos aspectos estratégicos, organizacionais, operacionais e financeiros | António Jorge Monteiro, Porto, Revista CultDigest nº 2, Novembro 2002.  
Gestão das Artes: uma contribuição - Artigo sobre a importância da Formação, Sistémica e Humanística, para uma Gestão Profissional das Organizações Culturais em Portugal | António Jorge Monteiro, Porto, Jornal Público, 10 Abril 1994. 

 entrevistas
Gerir a Criatividade - Entrevista, resumida, ao Presidente do Conselho de Gestão da APGC, sobre a Gestão Cultural em Portugal | Luís Madureira, Porto, Revista Prémio nº 75, Abril 2005. 
Abrindo as fronteiras: o potencial Cultural - Entrevista a várias personalidades galegas e portuguesas sobre o papel da Cultura na Euro-região Atlântica | Belén Puñal, Santiago de Compostela, Revista Tempos Novos nº 77, Outubro 2003.

 conferências
Chronos - o Tempo da Pessoa Humana - Conferência no âmbito da formação superior do ISCET - Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo | António Jorge Monteiro, Porto, Março 2012. 
Gestão Cultural Profissional - um Factor de Desenvolvimento - Conferência promovida pela CulturAngra | António Jorge Monteiro, Angra do Heroísmo - Região Autónoma dos Açores, Dezembro 2008. 
A Cidade e os Projectos de Desenvolvimento Cultural - Conferência no âmbito do “fórum da educação 2006”, Seminário "Município, espaço de Educação", promovido pela Câmara Municipal de Esposende, no Auditório Municipal | António Jorge Monteiro, Esposende, Maio 2006.  
A Cidade e a Cultura - Conferência no âmbito do Seminário “Política Cultural Autárquica e Sistemas Territoriais Culturais”, no CCB - Centro Cultural de Belém | António Jorge Monteiro, Lisboa, Janeiro 2006.
70 Cêntimos para Cultura - Conferência promovida por ECF European Culture Foundation / EFAH European Forum for the Arts and Heritage / CNC Centro Nacional de Cultura / GPE Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal / APGC Associação Portuguesa de Gestão Cultural / CIEJD Centro de Informação Europeia Jacques Delors, no Teatro Municipal São Luís | António Jorge Monteiro, Lisboa, Abril 2005.
Gestão Cultural - Conferência sobre a criação e o desenvolvimento deste projecto académico e associativo, promovida pela ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias | António Jorge Monteiro, Lisboa, Dezembro 2003.  
A Gestão Cultural Profissional - Ciclo de Conferências no âmbito da  "Pós-graduação em Gestão Cultural", na AEP - Associação Empresarial de Portugal | António Jorge Monteiro, Leça da Palmeira - Matosinhos, Abril-Maio 2003. 
A Cultura como factor de Desenvolvimento Local - Conferência no âmbito do "I Encontro de Cultura", promovido pela ESTGM - Escola Superior de Tecnologias e Gestão de Mirandela, no Auditório Centro Cultural - Vila Nova de Foz Côa | António Jorge Monteiro, Mirandela, Novembro 2002.
Gestão Cultural - Ciclo de Conferências no âmbito do "Curso de Formação Avançada", no IEP - Instituto Empresarial Portuense | António Jorge Monteiro, Leça da Palmeira - Matosinhos, Fevereiro-Maio 1999. 

O tempo: Chronos / Kairós / Aión

AB
 
 (imagem e GIF Internet, autores desconhecidos)
 
A - Cones de luz - quanto mais afastado está o passado, mais eventos e suas imagens são possíveis percepcionar; quanto mais projectado é o futuro mais eventos e suas imagens são possíveis considerar; fora destes cones nada mais é possível percepcionar.
 
B - Transformações de Lorentz (Hendrik Lorentz) - a direcção vertical indica o tempo e a direcção horizontal indica a distância, a linha tracejada é a trajectória espaço-tempo "linha de mundo" do observador. O quarto inferior do diagrama mostra os eventos que são visíveis ao observador e o quarto superior mostra o cone de luz, aqueles que serão capazes de ver o observador. Os pequenos pontos são eventos arbitrários no espaço-tempo. A inclinação da "linha de mundo" (desvio no sentido vertical) dá a velocidade relativa ao observador. Note-se que o ponto de vista do espaço-tempo muda quando o observador acelera.